Atendimento de órgão da Sedhast facilita vida de imigrantes em MS

O Centro de Atendimento em Direitos Humanos (CADH) da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) é uma opção em atendimento para imigrantes no Mato Grosso do Sul. Com orientações diversas, o CADH agrega em um único espaço várias informações que direcionam os imigrantes para os serviços desejados.

Atualmente, o CADH realiza atendimentos através de agendamento prévio via telefone, e-mail ou presencial. Esse recurso possibilita a otimização e um atendimento mais humanizado. Em parcerias com embaixadas, o setor realiza a orientação e ações para solicitação de passaportes e certidões consulares. Com a Polícia Federal, o órgão realiza a orientação e análise dos documentos para os serviços oferecidos pelo órgão.

“É uma ferramenta que os imigrantes têm e que se torna muito útil para quem está fora de seu país. Em um único local conseguimos dar muitos encaminhamentos e orientações que por vezes uma pessoa sozinha demoraria ao menos uma semana para ir órgão a órgão. É uma responsabilidade que temos com essas pessoas e buscamos fazer sempre o melhor por cada caso, acionando parceiros e efetivando repostas concretas para cada solicitação”, pontuou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Além disso, unificar, analisar e encaminhar os documentos para solicitação de autorização de residência, naturalização, solicitação de refúgio, por exemplo, também é papel do órgão. Encaminhamentos para Funtrab, Casa de Acolhida, Defensoria Pública também são realizados pelo CADH.

Em 2021, uma das maiores solicitações por documentos foi a de autorização de residência (337), certidões (329), renovação de autorização de residência (235) e até de envio de e-mail (155).

O CADH funciona das 8h às 17h na Rua Visconde de Taunay, 345, na sede da Coordenadoria de Apoio aos Órgãos Colegiados da Sedhast (CAORC), em Campo Grande. O e-mail [email protected], bem como os telefones (67) 3325-6365 e 3323-3204 também podem ser utilizados.

Leomar Alves Rosa, Sedhast

Foto: Monique Alves

Arte: Laucymara Ajala

 

 

 
Fonte: REDE JOTA FM

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: