Detentos de MS confeccionam bolas a serão doadas na campanha Junho Vermelho

Em alusão ao Dia Mundial do Doador de Sangue (14 de junho), a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) incentiva os policiais penais de Mato Grosso do Sul a realizarem esse ato de amor que pode salvar vidas.

As doações podem ser realizadas em todas as unidades da Rede Hemosul que coletam diariamente: Hemosul Coordenador, Santa Casa, Hospital Regional, Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas e Paranaíba.

A campanha Junho Vermelho ganhou uma contribuição especial de quem está cumprindo pena também. Reeducandos da Capital e interior do Estado dedicaram tempo, habilidade e parte dos ganhos na confecção de bolas esportivas que serão entregues ao Hemosul.

A iniciativa conta com apoio da empresa parceira da agência penitenciária na contratação de mão de obra prisional – Sportball, que doou os insumos para a confecção de 300 bolas que serão entregues à campanha.

A ação social conta com reeducandos da Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira 2, na Capital, além de presídios masculinos de Bataguassu, Caarapó e Ivinhema.

A empresária Rafaela Barbosa dos Santos teve a iniciativa de fazer a doação das bolas, como já realizada em São Paulo, e que teve resultados bem proveitosos.

“Eu tenho um histórico de saúde no qual eu precisei, em muitos momentos da minha vida, de sangue. Sei como é ficar entre a vida e a esperança de ter um doador compatível com meu tipo sanguíneo. É uma honra participar desse projeto grandioso e espero que essas sementes se tornem grandes frutos”, revela a empresária.

As peças farão parte dos brindes que o Hemosul irá distribuir aos doadores de sangue neste mês de junho. Cada doador, irá retirar um papel de dentro de uma caixa que vai indicar o que ganhará de brinde. Além das bolas, também serão entregues camisetas, cappuccino, castanhas, entre outros.

A diretora de Assistência Penitenciária da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro, destaca o importante papel social que o sistema prisional também desempenha, com apoio de instituições parcerias e da mobilização da equipe de servidores.

“É uma união de esforços para a realização de inúmeros projetos que utilizam o trabalho prisional em prol do benefício à sociedade e essa ação vem para contribuir ainda mais. Os internos participantes trabalharam voluntariamente e com gratidão em poder estar contribuindo, mesmo que em situação de cárcere, e isso é muito valoroso”, afirmou, reforçando a importância de participar da doação de sangue.

Tatyane Santinoni, Agepen/MS
Fotos: Divulgação
Fonte: REDE JOTA FM

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: