Prefeitura de Vicentina gasta em apenas um evento 77% do total da verba anual para cultura

Com o repasse anual de R$ 850 mil para a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, a prefeitura de Vicentina, distante 251 quilômetros de Campo Grande, gastou aproximadamente 77% do total em um único evento. Porém, grande parte do valor foi investido na contratação de quatro shows nacionais que custaram aos cofres municipais o total de R$ 650 mil.

Após dois anos de pandemia de covid — quando eventos estavam suspensos —, a gestão pública investiu pesado na festa, que juntando todas as despesas deverá ter um gasto em torno de R$ 1 milhão para sustentar os cinco dias de comemoração.

Conforme o comunicador e assessor da prefeitura, Gerson Ferreira, Vicentina ganhou ‘de presente’ um show do Canto da Terra para comemorar a concretização da festa de aniversário da cidade, totalmente gratuito e pago com recursos dos cofres estaduais. “É uma festa que ajuda a girar o comércio e fomenta o turismo, não é somente o município que está arcando com todo valor, mas também estamos recebendo ajuda de parceiros, como o Governo do Estado e da Assomasul (Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul)”, disse, sem citar valores.

Vicentina tem aproximadamente 6.115 habitantes, considerando apenas o valor investido nos shows nacionais, cada morador pagará R$ 106,29 para assistir o compilado de shows, que variam entre música gospel com Fernandinho e sertanejo, tendo Maiara e Maraísa como atração principal, Hugo e Guilherme, Clayton e Romário e Bruninho e Davi — o único que está sendo pago pelo Governo do Estado.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o prefeito do município, Marcos Benedetti Hermenegildo (PSDB), mas as ligações não foram atendidas. Já o vice, Juraci Rodrigues (PSDB), alegou que não tem conhecimento sobre os dados e se absteve de comentar sobre a 35ª festa de aniversário de Vicentina.
Fonte: REDE JOTA FM

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: