Secretaria de Saúde de SP analisa caso suspeito de varíola dos macacos

A secretaria de estado de Saúde de São Paulo está analisando um caso suspeito de varíola dos macacos. Os resultados das análises do Instituto Adolfo Lutz devem sair ainda nesta quinta-feira (9). De acordo com a pasta, o paciente é um homem de 41 anos que tem histórico de viagem para Portugal e Espanha e teve início dos sintomas, como febre e mialgia, no dia 28 de maio. Ele está atualmente em isolamento. Outro caso investigado pelo Adolfo Lutz é de uma mulher de 26 anos, também moradora da capital.

A varíola dos macacos tem transmissão semelhante à varíola nos humanos, que acontece por meio de contato com secreções respiratórias ou feridas na pele. Os principais sintomas são febre, dores no corpo e formação de lesões. 

De acordo com a médica infectologista e professora da UNISA, Sandra Gomes de Barros, ainda não há muita certeza de como a doença está se espalhando pelo mundo, mas de qualquer forma, ela recomenda a adoção de medidas de prevenção semelhantes a outras doenças respiratórias.

A varíola dos macacos foi descoberta em 1958 em Cingapura em um macaco, daí o nome da doença, mas atualmente a transmissão de animais para humanos se dá principalmente através de roedores, como ratos e cão da pradaria.

De acordo com o Ministério da Saúde, oito casos suspeitos no país estão sendo analisados. No mundo já foram confirmados mais de 1.100 casos em 31 países.
Saúde São Paulo Fiocruz produz insumos para diagnóstico da varíola dos macacos 09/06/2022 – 15:30 Nádia Faggiani/ Renata Batista Nelson Lin – Repórter da Rádio Nacional varíola dos macacos São Paulo quinta-feira, 9 Junho, 2022 – 15:30 109:00
Fonte: AGÊNCIA BRASIL – EBC

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: