Fiocruz entrega a OPAS insumos de diagnóstico da varíola dos macacos

Diante dos primeiros casos suspeitos de varíola dos macacos no Brasil, a Fiocruz entregou à Organização Panamericana da Saúde insumos para auxiliar no diagnóstico da doença.

De acordo com a Fundação, os primeiros reagentes serão distribuídos para, pelo menos, 20 países da América Latina. E outra remessa foi destinada, nesta quarta-feira, aos laboratórios de referência do Brasil, a pedido do Ministério da Saúde. Atualmente, quatro laboratórios no país estão aptos a fazer o diagnóstico da doença.

Chamado de controle positivo, o reagente é um elemento importante que garante a confiabilidade da reação durante o teste molecular, impedindo possíveis erros que possam interferir no resultado.

Segundo a Fiocruz, o material desenvolvido pelo IBMP, Instituto de Biologia Molecular da Fiocruz no Paraná, é destinado ao uso somente em pesquisa, sob responsabilidade dos laboratórios brasileiros e latino-americanos de referência para controle do vírus.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o Brasil tem oito casos suspeitos da varíola dos macacos. Dois em Santa Catarina, dois em Rondônia, um em São Paulo, um no Ceará, um no Rio Grande do Sul e um no Mato Grosso do Sul.
Saúde Rio de Janeiro 08/06/2022 – 23:58 Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde Fabiana Sampaio – Repórter da Rádio Nacional varíola dos macacos quarta-feira, 8 Junho, 2022 – 23:58 1:14
Fonte: AGÊNCIA BRASIL – EBC

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: