34 soldados foram diagnosticados com lesão cerebral após ataque do Irã, dizem EUA

O presidente Donald Trump e outras autoridades disseram inicialmente que o ataque do Irã não havia matado ou ferido nenhum membro dos serviços dos EUA. O Pentágono informou na sexta-feira (24 de janeiro) que 34 militares foram diagnosticados com lesão cerebral traumática após ataques de mísseis do Irã em uma base no Iraque no início deste mês, número superior ao que os militares anunciaram anteriormente.
O presidente Donald Trump e outras autoridades disseram inicialmente que o ataque do Irã não havia matado ou ferido nenhum membro dos serviços dos EUA.
Na semana passada, os militares dos EUA disseram que 11 tropas dos EUA foram tratadas e transferidas para fora do Iraque devido a sintomas de concussão após o ataque à base aérea de Ain al-Asad, no oeste do Iraque, e nesta semana disseram que outras tropas foram removidas do Iraque por possíveis ferimentos. Nove membros do serviço permanecem na Alemanha e estão passando por avaliações e tratamento.
Oito membros do serviço que haviam sido transportados anteriormente para a Alemanha foram transferidos para os Estados Unidos e receberiam tratamento no hospital militar Walter Reed ou em suas casas.
O porta-voz do Pentágono, Jonathan Hoffman, disse a repórteres que os militares haviam tido sintomas como dores de cabeça, tontura, sensibilidade à luz e náusea.
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: