Marcha no Iraque pede saída das tropas dos EUA


Apoiadores do clérigo xiita iraquiano Moqtada al-Sadr carregam cartaz com a foto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em um protesto em Bagdá, no Iraque, nesta sexta-feira (24)
Alaa al-Marjani/ Reuters
Milhares de manifestantes fizeram uma caminhada nesta sexta-feira (24) em Bagdá para pedir a saída das tropas americanas do Iraque. O protesto, que reúne simpatizantes do clérigo Moqtada Sadr, acontece semanas após o ataque americano que matou o general iraniano Qassem Soleimani na capital iraquiana.
A morte do general fez com que o temor de uma guerra entre EUA e Irã viesse à tona.
Moqtada Sadr é do partido que conseguiu o maior número de cadeiras no Parlamento iraquiano nas eleições de maio de 2018. Seus seguidores combateram os militares americanos que invadiram o país em 2003 para derrubar o então presidente Saddam Hussein.
Em um comunicado, ele divulgou uma série de condições para a permanência dos americanos, como o cancelamento de acordo de segurança existentes, o fechamento de bases militares, o fim da atuação de empresas de segurança americanas e do acesso dos EUA ao espaço aéreo iraquiano.
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: