Pequim cancela festas de Ano Novo chinês por conta de epidemia de coronavírus


As festividades aconteceriam na sexta-feira e seguem o calendário lunar; governo regional quer frear novos casos de infecção pulmonar no país que já tem duas cidades em quarentena. Pedestre cobre o rosto com máscara sanitária em frente a decoração do ano novo chinês. Foto de 23 de janeiro de 2018.
Miguel Candela Poblacion/Anadolu Agency
A prefeitura de Pequim anunciou nesta quinta-feira (23) o cancelamento das populares cerimônias previstas por ocasião do Ano Novo chinês, como medida de proteção diante da epidemia provocada pelo vírus que já deixou 17 mortos no país.
O feriado e as festas de Ano Novo começam na sexta-feira (25) e duram uma semana. Todos os anos, milhares de habitantes de Pequim se espalham por parques e espaços públicos para assistir aos tradicionais bailes do leão e do dragão.
A cada ano, milhões de pessoas viajam a diversas partes do continente asiático para se encontrar com suas famílias, o que causa um dos maiores movimentos de população do planeta em uma mesma época.
No ano passado, a estatal responsável pelos transportes ferroviários do país a transportou mais de 400 milhões de pessoas no período do Ano Novo lunar (número que foi 8% maior que em 2018), segundo a agência de notícias Xinhua.
Casos de coronavírus em outros cinco países
Além da China, outros 5 países já registraram pacientes afetados pelo vírus, que provoca um tipo de pneumonia: Estados Unidos, Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul
Há ainda casos suspeitos no México, em Hong Kong, nas Filipinas e na Austrália.
Initial plugin text
Fonte: SAUDE

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: