Oferta de ações da Petrobras detidas pelo BNDES pode levantar mais de R$ 19 bilhões

O banco estatal detém atualmente cerca de 10% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia. A venda de ações da Petrobras detidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pode render mais de R$ 19 bilhões, segundo informou nesta quarta-feira (22) a petroleira.
Segundo prospecto preliminar da oferta de ações, divulgado pela Petrobras, serão oferecidas 611.835.583 ações ordinárias da companhia.
Considerando o preço de fechamento das ações no dia 20 de janeiro (R$ 31,98), a oferta pode atingir mais de R$ 19 bilhões, já descontadas as comissões, segundo o documento.
Segundo o comunicado, a oferta deverá ser precificada até 5 de fevereiro.
A operação prevê ainda um lote adicional de até 20%, em relação ao montante inicial, com a possibilidade de venda de mais 122.367.116 de ações, o que pode permitir o BNDES levantar mais de R$ 23 bilhões.
A venda dos papeis será realizada pelo BNDES por meio de ofertas no Brasil e no exterior.
O BNDES avalia vender as ações da Petrobras desde o fim do ano passado. O banco detém cerca de 10% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia, com participação de 6,9% do capital total da petroleira.
O BNDES tem reduzido a sua participação acionária e empresas. No acumulado de janeiro a setembro do ano passado, o banco levantou R$ 10,656 bilhões com a venda de papeis.
Auditoria não encontra irregularidades nas transações do BNDES
Fonte: ECONOMIA

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: