MP de Minas denuncia Vale, TÜV SÜD e 16 pessoas por Brumadinho; ex-CEO é acusado de homicídio

SÃO PAULO – O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) informou nesta terça-feira (21) que apresentou à Justiça denúncia contra 16 pessoas, além das companhias Vale (VALE3) e TÜV SÜD, por crimes relacionadas ao rompimento da barragem 1 do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Entre os executivos denunciados, está o ex-presidente Fabio Schvartsman, que foi acusado de homicídio duplamente qualificado; outros ex-executivos da mineradora também foram acusados de homicídio.

A estrutura da Mina do Córrego do Feijão se rompeu deixando 270 vítimas, sendo 259 identificadas pela Polícia Civil de Minas Gerais.

Em nota, a TÜV SÜD disse que está oferecendo “cooperação às autoridades e instituições no Brasil e na Alemanha no contexto das investigações em andamento”.

Para o MPMG e a Polícia Civil, ficou demonstrada a existência de “promíscua relação entre as duas empresas no sentido de esconder do poder público, sociedade e acionistas a inaceitável situação de segurança de várias barragens de mineração mantidas pela Vale.” Dos indiciados, 11 são da Vale e 5 da TÜV SÜD.

Desde a tragédia de Brumadinho, o Corpo de Bombeiros permanece realizando buscas para encontrar os corpos.

A barragem se rompeu em janeiro de 2019, resultando em mortes e na destruição de casas e equipamentos públicos na cidade, que fica próxima à capital mineira, Belo Horizonte.

(com Agência Brasil)

Seja sócio das maiores empresas da Bolsa sem pagar corretagem. Abra uma conta na Clear.

The post MP de Minas denuncia Vale, TÜV SÜD e 16 pessoas por Brumadinho; ex-CEO é acusado de homicídio appeared first on InfoMoney.

Fonte: FONTE INFOMONEY

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: