Fundo XP Macro Institucional faz 3 anos, com 166% do CDI em 2019: por que ficar de olho nesta oportunidade

Em um cenário em que o patamar de juros está na sua mínima histórica, com a Selic a 4,5% ao ano, o investidor precisa começar a diversificar seu portfólio para buscar mais rentabilidade. Agora, imagina investir em uma aplicação que rendeu 166% do CDI em um ano? É exatamente o caso do XP Macro Institucional, fundo da XP Asset Management, que apresentou este resultado em 2019.

“O fundo possui uma volatilidade diferenciada do que é oferecido no mercado: 2% anualizada, além de uma liquidez alta (D+6) e podendo começar a investir com apenas R$ 5 mil”, explica Bruno Marques, cogestor do fundo.

Na prática, a estratégia do fundo reflete as grandes tendências macroeconômicas, sem direção ou restrição de ativos. “Podemos alocar basicamente em qualquer ativo: vendido em dólar, comprado em bolsa, câmbio, entre outras coisas”, diz Marques.

Dessa maneira, o fundo atende tanto os investidores moderados como os agressivos. “É um fundo para esses dois perfis de investidores, já que a volatilidade é menor. É para apimentar o portfólio, mas não arriscar tanto”, explica.

E os números não desapontam: desde o seu lançamento, em 2017, o fundo apresenta um rendimento de 122% do CDI e nos últimos 12 meses 153% do CDI. (referência de dados: de 18/01/2017 a 14/01/2020).

Segundo Marques, é um fundo que não é para dar grandes sustos no investidor. “A pessoa carrega por muito tempo, conta com um bom potencial de retorno e não se arrisca tanto”, diz.

O sucesso da cogestão 

Além de Marques, Júlio Fernandes também é gestor do fundo e eles atuam em uma cogestão que vem funcionando muito bem.

“Pensamos em conjunto para tomar as melhores decisões possíveis. Olhamos quais os melhores mercados e todos os ativos, bolsa, juros, câmbio, entre outros. O que importa é o portfólio. É uma vantagem pois podemos criticar a visão do outro de uma maneira sadia o tempo todo, não tem hierarquia e quando temos um consenso de visão, a certeza é maior”, diz Fernandes.

Sobre a filosofia de gestão da dupla, Marques explica que há um mapeamento de um cenário base e eles monitoram o que acontece em todos os lugares para tentar identificar os riscos. “Avaliamos o cenário externo e interno, incluindo eventos como as eleições e tensões comerciais, ou seja, tudo que pode afetar a nossa estratégia de alguma maneira. Se no meio do caminho encontramos algum evento assimétrico ou arriscado, revemos nossas posições”, explica Marques.

“Se vermos que a eleição americana é um destes momentos, podemos diminuir posições ou mudar ativos, por exemplo. Tudo para oferecer o melhor para o cliente. Já passamos bem por momentos que geraram volatilidade no mercado”, complementa Fernandes.

Expectativas para 2020

Sobre o cenário para 2020, os gestores estão bastante otimistas. “Desde 2016, todo mundo espera uma retomada que ainda não aconteceu efetivamente, por isso estamos confiantes para 2020. Achamos que o crescimento não é mais uma aposta, já está acontecendo. Olhando os últimos trimestres, temos um crescimento de 2% do PIB e vemos motivos para continuar crescendo”, diz Marques.

Ainda, ele acredita que o Banco Central deve manter os juros baixos por mais algum tempo, o que mantém a expectativa positiva para o ano. “Assim, vamos continuar pensando com cuidado o movimento de alocação, mas buscando mais risco e a bolsa é o principal ativo, mesmo entendendo que o preço está longe de ser o melhor”, diz.

Ele também considera o cenário externo como algo positivo, considerando os primeiros passos para um acordo entre EUA e China. “Somando isso a um cenário interno de retomada, teremos boas oportunidades. Nosso objetivo é o máximo de retorno possível com o mínimo de risco, no melhor estilo de gestão ativa de risco”, afirma o cogestor.

Invista nos melhores fundos com a ajuda da melhor assessoria: abra uma conta gratuita na XP

Disclaimer: CONTEÚDO PATROCINADO XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. . Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A XP Investimentos se coloca à disposição para clientes que desejam obter informações, tirar dúvidas ou fazer reclamações por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). O contato do SAC é o telefone 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br

The post Fundo XP Macro Institucional faz 3 anos, com 166% do CDI em 2019: por que ficar de olho nesta oportunidade appeared first on InfoMoney.

Fonte: FONTE INFOMONEY

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: