Corpos de vítimas de queda de avião no Irã chegam à Ucrânia

Corpos de vítimas de queda de avião no Irã chegam à Ucrânia


Ucranianos estavam em avião que foi derrubado após decolar de Teerã, em 8 de janeiro. Caixas-pretas também devem ser enviadas pela Ucrânia. Soldados carregam neste domingo (19) caixão com uma das onze vítimas ucranianas do desastre com o avião que foi derrubado pelo Irã, em Teerã
Serviço de imprensa presidencial ucraniana / Reuters
Os corpos dos onze ucranianos que morreram na queda de um avião no Irã chegaram neste domingo (19) à Ucrânia para uma cerimônia de despedida.
Eles estão entre as 176 vítimas na tragédia de 8 de janeiro, quando um avião da Ukrainian Airlines, que seguia para Kiev, foi derrubado logo após decolar em Teerã, no Irã. O Irã reconheceu três dias depois que o avião foi atingido por engano por um míssil antiaéreo.
Corpos de ucranianos mortos em queda de avião chegam ao país
Os corpos foram levados para o aeroporto Boryspil, em Kiev, a bordo de um avião da força aérea ucraniana. A guarda de honra levou solenemente os caixões para o terminal do aeroporto. A despedida deve seguir até a noite.
Parentes e amigos participam neste domingo (19) de cerimônia em homenagem às vítimas da queda de avião ucraniano no Irã. Cerimônia acontece o Aeroporto Internacional Boryspil, nos arredores de Kiev, na Ucrânia
Gleb Garanich/ Reuters
A tragédia aconteceu em meio à grave crise entre Irã e Estados Unidos, após o ataque americano que matou um general iraniano em Bagdá, no Iraque.
Pouco tempo antes da aeronave ser derrubada, o governo iraniano tinha lançado um ataque contra bases aéreas americanas no Iraque. A tensão lançou o temor do início de uma guerra entre os dois países.
Investigação
A agência de notícias semi-oficial Tasnim informou no sábado (18) que o Irã enviará para a Ucrânia as caixas-pretas do avião.
As autoridades iranianas também estão preparadas para que especialistas de França, Canadá e Estados Unidos examinem os dados registrados pelo equipamento.
O diretor no comando das investigações do acidente pela Organização de Aviação Civil do Irã, Hassan Rezaifar, declarou, ainda segundo a agência, que “com o uso da expertise de países como França, Canadá e EUA, tentaremos ler (os dados registrados do voo) em Kiev”.
“Se essa tentativa não for bem sucedida, a caixa preta será enviada à França”, afirmou.
Queda de avião ucraniano no Irã
Roberta Jaworski e Rodrigo Sanches/G1
Initial plugin text
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: