Imprensa internacional repercute discurso de Alvim com frases semelhantes às de ministro de Hitler

Imprensa internacional repercute discurso de Alvim com frases semelhantes às de ministro de Hitler


Presidente Bolsonaro exonerou Alvim do cargo de secretário da Cultura. Jornais e sites de notícias de diversos países repercutiram nesta sexta-feira (17) a declaração do então secretário de Cultura, Roberto Alvim, em que ele cita um trecho semelhante à uma frase de Joseph Goebbels — ministro da Propaganda de Adolf Hitler durante o governo nazista na Alemanha.
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, exonerou Alvim do cargo nesta manhã.
Veja abaixo a repercussão internacional
Estados Unidos
Reprodução da página do “The New York Times” com reportagem sobre Roberto Alvim
Reprodução
A página do jornal “The New York Times” publicou reportagem com o título: “Autoridade máxima da cultura no Brasil é demitida por discurso que evoca propaganda nazista”.
O texto ainda menciona que, no fundo da gravação, tocava uma ópera que o jornal afirma “ser a que Adolf Hitler considerava a favorita”. A música em questão é a ópera Lohengrin, do compositor alemão Richard Wagner (1813-1883).
Israel
Página do Haaretz, de Israel, sobre discurso de Roberto Alvim
Reprodução
O site israelense Haaretz, por meio de uma reportagem da agência de notícia Reuters, repercutiu a declaração de Alvim: “Brasil demite secretário de Cultura após vídeo ecoar Goebbels”.
Reportagem em atualização
Fonte: MUNDO

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: