'5G deve ficar para 2022', diz ministro Marcos Pontes

A interferência no funcionamento de antenas parabólicas de TV provocada por uma das frequências ofertadas é que vai empurrar o leilão do 5G para 2022, disse o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Pontes afirmou que a rede da quinta geração de dados móveis não será implantada antes do fim de 2021.

O problema maior está na frequência de 3,5 GHz, que é a usada pelo 5G em quase todos os países e pode interferir no funcionamento das antenas parabólicas de TV. Segundo o ministro, “o estudo inicial sobre o problema não foi conclusivo, então pedi um novo. Tenho que ter ao menos uma estratégia de mitigação [do problema] caso ocorra interferência”, disse ele ao jornal paulistano.

Leia mais…

Fonte: Tecmundo

Aqui você pode expressar sua opinião livremente.

%d blogueiros gostam disto: